Helena brincava com seus blocos de montar quando sua prima Laura chegou. Laura era mais velha e adorava inventar brincadeiras.

- Helena, vamos para a Floresta Encantada! - disse Laura, com um sorriso misterioso.

- Floresta Encantada? O que é isso? - perguntou Helena, curiosa.

- É um lugar mágico que eu inventei! Tem árvores gigantes que falam, fadas que brilham e... um castelo! - Laura falava com tanta empolgação que Helena logo se animou.

Elas juntaram alguns brinquedos - Helena, é claro, pegou seu ursinho de pelúcia favorito - e começaram a "construir" a Floresta Encantada no quintal. Usaram panos, cadeiras e muita imaginação.

- Olha, Helena, chegamos! - anunciou Laura, apontando para um lençol azul esticado entre duas árvores. - Esta é a entrada secreta.

Ao atravessarem o "portal", elas se depararam com um mundo mágico. Bem, pelo menos era o que parecia aos olhos da pequena Helena. Laura era ótima em inventar histórias!

Enquanto exploravam a floresta imaginária, Laura explicava como tudo era organizado: as flores por cor, as pedras por tamanho, até mesmo as folhas caídas no chão formavam desenhos!

- Viu só? Até na Floresta Encantada a organização é importante! - disse Laura, com um ar de sabedoria.

De repente, elas ouviram um barulho de galhos se partindo. De trás de uma árvore enorme, surgiu... um príncipe! Ou melhor, Laura vestida com uma toalha na cabeça como se fosse uma coroa.

Join the Yuna Universe

Create your own stories

- Oh, não! - exclamou a "Princesa Laura". - Perdi meu anel mágico! Sem ele, não consigo voltar para o meu reino organizado!

Helena, sempre disposta a ajudar, se ofereceu para procurar o anel.

- Ele é pequeno e brilhante, e estava guardado na minha caixa de tesouros - explicou a princesa.

Helena, com seu jeitinho observador, logo encontrou a tal caixa. Mas, para o seu espanto, ela estava completamente bagunçada! Havia coroas, colares, varinhas mágicas, tudo misturado.

- Nossa, como a princesa deixa as coisas bagunçadas! - pensou Helena.

Com cuidado, Helena começou a organizar tudo. Separou as coroas por tamanho, os colares por cor, e as varinhas mágicas por... brilho! No fundo da caixa, brilhando como uma estrela, estava o anel perdido.

- Achei! - gritou Helena, triunfante.

A Princesa Laura ficou radiante.

- Você é a salvadora do meu reino! - exclamou ela, colocando o anel no dedo. - Você me ensinou que a organização é importante, mesmo para uma princesa!

Elas brincaram a tarde toda na Floresta Encantada, mas agora com tudo organizado: os brinquedos em seus lugares, as folhas formando desenhos e até as pedras estavam em ordem de tamanho.

Ao anoitecer, Laura foi embora e Helena voltou para casa. Ela estava cansada, mas feliz. Afinal, ela tinha aprendido que a organização não era só importante para princesas, mas para todo mundo! Até mesmo para uma menina de quatro anos com uma imaginação gigante e uma floresta mágica no quintal de casa.

Join Yuna

Create your own stories

Join Yuna

Create your own stories

Join the Yuna Universe

Create your own stories

Create your own stories