O sol da tarde batia na janela do quarto de Enzo, formando um quadrado quente no chão. Lá fora, as ondas do mar batiam na areia da praia do Rio de Janeiro, mas Enzo estava mais interessado no que seu avô Lindolfo lia. Era um livro enorme, com letras douradas e desenhos de um castelo que parecia mágico!

- Vovô, o que é respeito? – Perguntou Enzo, a curiosidade brilhando em seus olhos.

Lindolfo, com um sorriso sábio, fechou o livro devagar.

- Respeito, meu neto, é como tratamos tudo e todos com carinho. É cuidar da nossa casa, dos brinquedos e dos animais. É ouvir com atenção e falar sem gritar. É como um abraço quentinho que deixa todo mundo feliz.

Enzo pensou em como ele abraçava forte seu gato de pelúcia. Seria respeito? De repente, o desenho do castelo no livro brilhou! Um raio de luz saltou da página e, antes que Enzo pudesse gritar, ele e Lindolfo estavam em um lugar completamente diferente!

Era o castelo do livro! Paredes altas de pedra, bandeiras coloridas tremulando ao vento e um enorme portão de madeira que parecia ainda maior de perto. Lindolfo, com os olhos arregalados, segurou firme na mão do neto.

- Uau! O livro nos trouxe para cá! – Exclamou Enzo, esquecendo o medo inicial.

Enquanto caminhavam pelo castelo, Enzo viu um lindo gato preto deitado em cima de um muro. Tinha pelos brilhantes, olhos verdes e um andar elegante.

- Que gato lindo! - Enzo exclamou. Ele se aproximou devagar, lembrando do que o avô havia dito sobre respeito. Estendeu a mão devagar para o gato cheirar, e o felino se esfregou nela, ronronando feliz.

- Ele gostou de você, Enzo - disse Lindolfo. - Você demonstrou respeito ao se aproximar com cuidado e gentileza.

O gato, como se entendesse, ergueu a cabeça e miou, guiando-os para dentro do castelo. O lugar estava silencioso, exceto por um leve rangido das escadas de madeira. Eles seguiram o gato por corredores escuros e salões imensos, até chegarem a uma porta enorme no final de um longo corredor.

De repente, um barulho assustador ecoou pelo castelo! Parecia um rugido de um monstro, fazendo Enzo se agarrar às pernas do avô! O gato arqueou as costas e soltou um miado alto.

- Não precisa ter medo, Enzo - sussurrou Lindolfo. - Lembre-se do que falamos sobre respeito? Vamos encarar esse medo juntos!

Join the Yuna Universe

Create your own stories

Respirando fundo, Enzo assentiu. Ele podia ser corajoso! Abriram a porta devagar e entraram na sala. Era enorme e escura, iluminada apenas por algumas velas. No centro, viram um baú enorme e, em cima dele, o que parecia ser... um fantasma?

O fantasma era branco e translúcido, flutuando no ar e soltando gemidos baixinhos. Enzo apertou a mão do avô com força. Ele nunca tinha visto um fantasma de verdade!

- O que você quer? - perguntou Lindolfo, com a voz firme.

O fantasma parou de gemer e olhou para eles. Então, com um soluço, respondeu:

- Eu só quero que as pessoas parem de mexer nas minhas coisas! Eu era o rei deste castelo, e deixei meu tesouro guardado neste baú, mas ninguém respeita mais nada!

Enzo olhou para o gato, que estava sentado perto do baú, observando tudo com atenção.

- Você não está com medo do fantasma, gatinho? – Perguntou Enzo.

O gato apenas miou, como se dissesse: “Não precisamos temer quem só quer ser respeitado”.

Enzo então percebeu que o fantasma estava triste, não assustador. Ele só queria que as pessoas respeitassem o seu castelo e o seu tesouro.

- Não vamos mexer em nada que seja seu – disse Enzo, com sinceridade. - Nós respeitamos você.

O fantasma, ao ouvir aquelas palavras, começou a brilhar. Um sorriso se formou em seu rosto translúcido e, num piscar de olhos, ele desapareceu, deixando para trás apenas um leve brilho dourado.

De repente, o castelo começou a girar! Enzo fechou os olhos, segurando firme no avô. Quando abriu os olhos novamente, estavam de volta ao seu quarto, o livro aberto no chão.

- Que aventura incrível, vovô! – Exclamou Enzo. - Aprendi que o respeito é muito importante, mesmo com fantasmas e gatos falantes!

Lindolfo sorriu e abraçou o neto. Naquele dia, Enzo aprendeu que a gentileza e o respeito podem transformar até a aventura mais assustadora em uma linda história de amizade.

Join Yuna

Create your own stories

Join Yuna

Create your own stories

Join the Yuna Universe

Create your own stories

Create your own stories