– Fifi, você acredita em magia? – Duda perguntou, seus olhos brilhando de curiosidade.

Fifi, um gatinho malhado de bigodes longos, ergueu a cabeça e soltou um miado melodioso, como se dissesse: "Claro que sim!". Duda adorava conversar com Fifi, parecia que ele entendia tudo!

Naquele dia, Duda aprendera na escola sobre a importância da autoconfiança, de acreditar em si mesma. A professora explicou que era como ter um superpoder, que nos permite fazer qualquer coisa! Duda queria muito ter mais autoconfiança, então, inspirada, decidiu procurar por magia de verdade!

Enquanto brincavam no quintal, Duda percebeu algo diferente atrás do velho carvalho. Uma passagem secreta! Com o coração batendo forte, Duda segurou Fifi em seus braços e sussurrou:

– Vamos entrar?

A passagem era escura e misteriosa. Fifi, corajoso, ronronava baixinho, encorajando Duda a continuar. De repente, um clarão! Diante delas, um castelo imenso e colorido brilhava sob um céu estrelado! Era o Castelo Encantado, mais lindo do que Duda jamais imaginara. Paredes em tons de azul céu, telhados verdes como esmeralda e bandeirinhas douradas tremulando ao vento.

– Uau! – Duda exclamou, maravilhada.

Duda e Fifi atravessaram o grande portão de madeira, que se abriu como num passe de mágica. O castelo era ainda mais incrível por dentro! Havia um salão principal com um teto altíssimo, janelas em forma de estrelas e um chão que parecia um espelho gigante.

De repente, um gato preto com olhos cor de esmeralda surgiu na frente delas. Ele era diferente de todos os gatos que Duda já tinha visto, andava com uma elegância impressionante e tinha um ar misterioso.

– Olá – Duda disse timidamente. – Quem é você?

O gato olhou para Duda com seus olhos penetrantes e respondeu com uma voz suave:

– Sou o Guardião deste castelo. O que vieram fazer aqui?

– Estávamos procurando por magia! – Duda respondeu com um sorriso.

Join the Yuna Universe

Create your own stories

– Magia? – O Guardião arqueou as sobrancelhas. – A magia está dentro de você, pequena. Basta acreditar!

Duda lembrou da lição sobre autoconfiança. Será que o Guardião estava falando sobre isso?

Nesse momento, um estrondo fez o castelo tremer! Luzes piscavam, e um vento gelado soprou pelos corredores. Fifi se escondeu atrás de Duda, assustado.

– O que foi isso? – Duda perguntou, com a voz trêmula.

– Um feitiço poderoso aprisionou a alegria deste lugar. – O Guardião explicou. – Só alguém com muita autoconfiança pode quebrá-lo.

Duda respirou fundo. Era hora de usar seu "superpoder"! Ela fechou os olhos, lembrou de tudo de bom que sabia fazer e de como era amada. Quando os abriu, sentia uma força diferente dentro dela.

– Eu posso ajudar! – Duda disse com firmeza.

Seguindo as instruções do Guardião, Duda se posicionou no centro do salão. Com Fifi a seus pés, ela ergueu as mãos para o alto e, com toda a autoconfiança que tinha, gritou:

– Liberte a alegria!

Um raio de luz multicolorido explodiu de Duda, iluminando todo o castelo! As luzes voltaram a brilhar, o vento frio cessou e um coro de risadas ecoou pelos corredores. O feitiço havia sido quebrado!

Duda se sentia feliz e orgulhosa de si mesma. Ela descobriu que a autoconfiança era realmente um superpoder!

O Guardião, com um sorriso nos lábios, se aproximou de Duda e disse:

– Você foi incrível! Agradecemos por trazer a alegria de volta ao Castelo Encantado.

Duda e Fifi se despediram do Guardião e, com o coração cheio de felicidade, retornaram pela passagem secreta. De volta ao seu quintal, Duda abraçou Fifi com carinho. Ela sabia que a magia estava em todos os lugares, mas principalmente dentro dela mesma. E, a partir daquele dia, Duda nunca mais se esqueceu do poder da autoconfiança.

Join Yuna

Create your own stories

Join Yuna

Create your own stories

Join the Yuna Universe

Create your own stories

Create your own stories