O Gato Fofinho da Feira

O Gato Fofinho da Feira

"Theo, meu amor, já escovou os dentinhos?" Marina perguntou com um sorriso.

"Dinossauros não escovam os dentes, mamãe!" Theo respondeu, mostrando os dentes como um Tiranossauro Rex.

Marina riu. "Ah, mas heróis que vão à feira livre precisam de dentes fortes para comer todas as frutas!"

A Feira livre! Theo nunca tinha ido. Ele imaginou um lugar mágico, cheio de cores, cheiros e... um gatinho?

"Se eu escovar os dentes, posso ver o gatinho na feira?" Theo perguntou, os olhos brilhando de curiosidade.

"Com certeza, meu amor!" Marina respondeu, entregando a ele a escova de dentes azul.

Theo escovou os dentes com a rapidez de um velociraptor, imaginando a feira como uma selva cheia de aventuras. A escova de dentes ia para frente e para trás, como um trem em alta velocidade, limpando cada cantinho da sua boca. Ele até fez caretas no espelho, fingindo ser um dinossauro escovando os dentes!

Na feira, Theo ficou encantado! Era um festival de cores e aromas. Frutas coloridas brilhavam como pedras preciosas, e o cheirinho de pastel de feira fazia seu estômago roncar.

Conheça a Yuna

Crie suas histórias sem nenhum custo

De repente, Theo viu! Um gatinho branco de olhos azuis estava sentado em cima de uma banca de peixes, observando tudo com atenção. O gatinho era tão fofinho, que parecia um anjo peludo!

"Mamãe, olha o gatinho!" Theo exclamou, apontando para a criatura majestosa.

O gatinho, como se entendesse o chamado, pulou da banca e caminhou em direção a Theo, com a elegância de um rei. Ele se esfregou nas pernas do menino, ronronando como um motorzinho.

"Ele gosta de você, Theo," Marina disse, acariciando o pelo macio do gatinho. "Sabia que gatos também precisam escovar os dentes? Eles usam uma escovinha especial para gatos!"

Theo ficou surpreso! Ele nunca tinha parado para pensar que animais também precisavam escovar os dentes. Ele aprendeu que, assim como ele, o gatinho precisava cuidar dos seus dentes para se manter saudável e forte.

Theo e o gatinho, que ele decidiu chamar de Bola de Neve, passaram a tarde brincando na feira. Correram entre as barracas, se esconderam embaixo das mesas e até dividiram um pedaço de melancia, que era a fruta preferida de Theo.

No final do dia, Theo estava exausto, mas feliz. Ele aprendeu que escovar os dentes era importante, não só para ele, mas para todos, até mesmo para os gatinhos!

De volta para casa, Theo abraçou Bola de Neve e se despediu. Ele sabia que, a partir daquele dia, a hora de escovar os dentes seria muito mais divertida, lembrando-se da aventura que viveu na feira com seu novo amigo.

Antes de dormir, Theo pediu para Marina contar a história do gatinho da feira que também escovava os dentes, e dormiu pensando em todas as outras aventuras que viveria ao lado de Bola de Neve. E, claro, nunca mais reclamou na hora de escovar os dentes!

Conheça nosso app

Crie suas histórias
gratuitas

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Crie suas próprias histórias