O Segredo Colorido da Feira

O Segredo Colorido da Feira

"Quando as estrelas se juntarem no céu, um segredo na feira se revelará!" Vovó Adélia sempre dizia isso com um sorriso misterioso. Arthur, com seus três anos de idade, não entendia muito bem, mas adorava o jeito que a voz da vovó ficava engraçada quando ela falava de estrelas e segredos.

Naquela noite, o céu de Goiânia estava cheio de pontinhos brilhantes. Parecia até que alguém tinha jogado purpurina no azul escuro! Arthur estava animado para ir à feira com sua avó. Ele amava as cores, os cheiros e os sabores daquele lugar mágico. Tinha cheiro de morango doce, de pipoca quentinha e de manga madura, tudo misturado!

Enquanto caminhavam pela feira, Arthur segurava firme na mão da vovó Adélia. Ele era um pouco tímido, mas se sentia corajoso ao lado dela. De repente, Arthur viu algo incrível! Escondido atrás de uma barraca de frutas, havia um brilho diferente. Pareciam luzes coloridas dançando!

- Vovó, vovó! Olha! - Arthur apontou, os olhos arregalados de curiosidade.

Vovó Adélia sorriu. – Parece que a profecia se realizou, Arthur! Vamos ver qual é o segredo da feira.

Conheça a Yuna

Crie suas histórias sem nenhum custo

Aproximando-se cautelosamente, eles descobriram que o brilho vinha de trás de uma grande melancia. E não era só um brilho comum, eram luzes que se mexiam e mudavam de forma! De repente, a melancia se abriu como uma porta, revelando… seres coloridos e diferentes de tudo que Arthur já tinha visto! Eles eram redondos como bolas, mas mudavam de cor e formato o tempo todo. Um deles até ficou quadrado por um instante, antes de se transformar em uma estrela!

Arthur ficou maravilhado! Esqueceu completamente que era tímido e se aproximou dos seres coloridos. – Quem são vocês? - ele perguntou, a voz cheia de curiosidade.

Um dos seres, que naquele momento parecia um sol amarelo brilhante, respondeu com uma voz fininha e engraçada: – Somos os Guardiões das Cores! Cuidamos para que o mundo esteja sempre cheio de tons vibrantes e alegres!

Arthur nunca imaginou que algo tão importante estivesse escondido na feira! Ele passou a tarde toda brincando com os Guardiões das Cores. Eles o ensinaram a fazer mágicas com as luzes, transformando frutas em animais coloridos e fazendo as barracas da feira brilharem como estrelas.

Enquanto brincava, Arthur percebeu que não se sentia mais tímido. Ele tinha feito novos amigos, seres mágicos e diferentes, e se sentia feliz e confiante! Vovó Adélia observava tudo com um sorriso carinhoso. Ela sabia que o segredo da feira tinha ensinado a Arthur algo muito especial: a beleza de ser quem ele realmente era, sem medo de brilhar.

Na volta para casa, Arthur estava exausto, mas muito feliz. Ele tinha vivido uma aventura incrível e aprendido que a confiança em si mesmo podia ser encontrada nos lugares mais inesperados, como atrás de uma melancia na feira, por exemplo! E, quem sabe, em breve, ele teria coragem de contar essa aventura para todo mundo! Afinal, guardar um segredo tão colorido era legal, mas compartilhar a alegria com quem a gente gosta era ainda melhor!

Conheça nosso app

Crie suas histórias
gratuitas

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Crie suas próprias histórias