O Segredo da Ilha do Respeito

O Segredo da Ilha do Respeito

Como podemos cuidar do nosso planeta? Arthur, com seus três anos de idade, se perguntava enquanto brincava com seus carrinhos coloridos. Ele adorava os desenhos de animais que tinham neles, um elefante, um leão e até um golfinho sorridente.

- Vovó Adélia, como a gente faz para cuidar dos bichinhos? - perguntou Arthur, com um olhar curioso.

Vovó Adélia, com seus olhos brilhantes e um sorriso carinhoso, respondeu:

- Respeitando, meu amor! Respeitando a natureza, os animais e a gente mesmo!

Arthur, ainda um pouco confuso, perguntou:

- Mas como a gente visita o respeito, vovó? Ele mora muito longe?

Adélia gargalhou e fez um carinho na cabeça de Arthur.

- Respeito não é um lugar, meu pequeno. É um jeito de ser! Mas... existe uma lenda, que diz que em uma ilha distante...

Arthur arregalou os olhos, pronto para uma nova aventura. Adélia continuou:

- ...Existe uma ilha mágica, protegida por um dragão de escamas multicoloridas e asas brilhantes. Dizem que ele guarda o segredo do respeito!

Arthur, fascinado pela história, decidiu que precisava conhecer essa ilha. De repente, tudo na sala começou a girar, girar, girar... até que ele se viu em um lugar totalmente diferente. Tinha areia branquinha, o mar era azul como o céu e as árvores eram cheias de frutas deliciosas!

- Uau! – exclamou Arthur, maravilhado.

Enquanto explorava a ilha, ele viu pegadas enormes na areia. Podiam ser do dragão da história da vovó? Arthur, corajoso, decidiu seguir as pegadas.

Conheça a Yuna

Crie suas histórias sem nenhum custo

No meio da ilha, ele viu uma caverna. De dentro dela, saía uma fumaça colorida e um som que parecia um trovão. Arthur, mesmo com um pouco de medo, respirou fundo e entrou na caverna. E lá estava ele: o dragão da história da vovó!

O dragão era enorme, com escamas brilhantes que mudavam de cor e asas grandes que pareciam tocar o teto da caverna. Mas, para a surpresa de Arthur, ele não era nada assustador.

- Olá, pequeno humano - disse o dragão, com uma voz grave, mas gentil. – Você busca o segredo do respeito?

Arthur, timidamente, respondeu:

- Sim, senhor Dragão. Quero cuidar do nosso planeta!

O dragão sorriu, mostrando seus dentes brancos e brilhantes.

- O segredo é simples, Arthur: trate tudo e todos como você gostaria de ser tratado. Cuide das plantas, dos animais, das pessoas e de você mesmo.

Arthur pensou um pouco nas palavras do dragão. Ele entendeu! Respeito era cuidar, era ser gentil e proteger tudo ao seu redor.

- Obrigado, senhor Dragão! – disse Arthur, feliz por ter aprendido a lição.

Nesse momento, tudo começou a girar novamente, e Arthur estava de volta à sua sala, com a vovó Adélia sorrindo para ele.

- E então, meu amor, encontrou o respeito na ilha?

Arthur, com um abraço apertado, respondeu:

- Encontrei, vovó! E ele mora dentro de cada um de nós!

E assim, Arthur aprendeu que a aventura mais importante é aquela que nos ensina a sermos pessoas melhores, cheias de respeito pelo mundo e por todos que vivem nele.

Conheça nosso app

Crie suas histórias
gratuitas

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Crie suas próprias histórias