O Segredo nas Nuvens

O Segredo nas Nuvens

- Papai, você acha que as fadas existem? - Maria perguntou, com seus olhinhos brilhando de curiosidade.

- Ah, Maria, as fadas amam lugares mágicos e cheios de natureza! Quem sabe se procurarmos bem, não encontramos uma? - José, o pai aventureiro, respondeu com um sorriso.

Maria, com seus seis anos de pura imaginação, amava fadas e princesas. Naquela tarde ensolarada em Brasília, ela e seu pai decidiram se aventurar em uma missão especial: procurar fadas!

- Mas onde podemos procurar, papai? - Maria questionou, já animada com a ideia.

- Lembra daquela floresta que visitamos? A vovó me contou que ouviu falar de um portal mágico por lá, que leva para um lugar cheio de nuvens cor-de-rosa! - José respondeu, fazendo suspense.

A floresta era o esconderijo secreto de Maria. Ela amava conversar com os passarinhos e sentir o cheirinho de terra molhada. Enquanto caminhavam pela trilha, José ensinava Maria sobre as árvores e os animais, mostrando como a natureza era mágica e importante.

De repente, no meio da floresta, eles encontraram um arco-íris brilhante que tocava o chão!

- Papai, olha! Será que esse é o portal? - Maria perguntou, com os olhos arregalados.

Conheça a Yuna

Crie suas histórias sem nenhum custo

- Só existe um jeito de descobrir! - José respondeu, segurando a mão da filha.

Eles deram as mãos e, corajosamente, pularam juntos no arco-íris. Tudo girou rapidamente e, em um piscar de olhos, eles pousaram... em uma nuvem!

Era tudo como José havia descrito: macio, fofinho e o céu era um degradê lindo de rosa e lilás! Maria não podia acreditar no que via! Havia casas em formato de cogumelos, cachoeiras de suco de morango e, no meio de tudo, um grupo de pequenas criaturas brilhantes voando. Eram as fadas!

- Olá! - Maria disse timidamente. Para sua surpresa, as fadas responderam em um coro de vozes doces e delicadas. Elas contaram que as nuvens eram o lar delas, um lugar mágico onde realizavam desejos e espalhavam alegria pelo mundo.

Maria e José passaram a tarde toda brincando com as fadas. Aprenderam a voar com suas asinhas brilhantes, dançaram em meio a flores que cantavam e até ajudaram a fazer um bolo de arco-íris! José, com seu jeito animado, logo estava dançando com as fadas, fazendo todos rirem.

Enquanto o sol começava a se pôr, tingindo o céu de tons laranjas e dourados, era hora de voltar para casa. As fadas se despediram de Maria e José com um abraço mágico, prometendo voltar a visitá-los em breve.

De volta à floresta, Maria e José se olhavam com sorrisos cúmplices. A aventura nas nuvens ficaria para sempre guardada em seus corações. Naquela noite, antes de dormir, Maria olhou para o céu estrelado e sussurrou:

- Obrigada, fadinhas, por um dia mágico!

E, com a certeza de que a magia existia em cada canto da natureza, Maria fechou os olhos e adormeceu, sonhando com as nuvens cor-de-rosa e a amizade especial que havia feito.

Conheça nosso app

Crie suas histórias
gratuitas

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Crie suas próprias histórias