O Tesouro da Responsabilidade

O Tesouro da Responsabilidade

"Içar as velas!", gritou a pequena Helena, com um sorriso de orelha a orelha. Em sua mão, ela segurava firmemente um mapa do tesouro, desenhado em um guardanapo de papel. Fifi, seu fiel peixe dourado e melhor amigo, nadava de um lado para o outro no aquário improvisado dentro de uma panela. "Calma, Helena!", Fifi cantarolava, "A aventura mal começou!".

Helena, com seus quatro anos de pura energia e criatividade, tinha transformado a sala de sua casa em Manaus em um navio pirata. O sofá era o casco da embarcação, a toalha de mesa, a vela imponente, e a vassoura, o mastro que apontava para o teto, que Helena jurava ser o céu estrelado. Ela havia encontrado o mapa do tesouro enquanto brincava no quintal. Na verdade, era só um desenho que ela mesma tinha feito, mas Helena, com sua imaginação sem limites, decidiu que aquele era o mapa para o tesouro perdido da Responsabilidade!

Mas o que era a tal "Responsabilidade"? Helena não sabia ao certo, mas parecia algo muito importante. Ela imaginava a Responsabilidade como um gatinho brilhante e fofinho, com olhos grandes e um sorriso esperto. A cada passo que dava em direção ao tesouro, Helena sentia que estava mais perto de encontrar o gatinho mágico.

Seguindo as linhas tortas do mapa, Helena, com Fifi a tiracolo, cruzou oceanos imaginários (representados pelo tapete da sala) e enfrentou tempestades furiosas (criadas pelo ventilador ligado). Ela desviava de monstros marinhos (almofadas espalhadas pelo chão) e se esquivava de piratas malvados (seus próprios brinquedos). A cada desafio superado, Helena lembrava do gatinho da Responsabilidade e sentia uma alegria enorme dentro de si.

Conheça a Yuna

Crie suas histórias sem nenhum custo

Finalmente, após uma longa jornada, o mapa indicava que o tesouro estava escondido... atrás da cortina! Com cuidado, Helena afastou o tecido e... encontrou uma caixa! Uma caixa simples, de papelão, mas que para Helena brilhava como ouro. Ansiosa, ela abriu a caixa e encontrou... um espelho!

Helena franziu a testa, confusa. Cadê o gatinho da Responsabilidade? De repente, ela ouviu Fifi cantarolar: "Olha bem, Helena! O tesouro está bem diante de você!". Helena olhou para o espelho e viu seu próprio reflexo: uma menina corajosa, criativa e que havia superado diversos desafios.

Naquele momento, Helena entendeu. A Responsabilidade não era um gatinho mágico, mas sim algo que estava dentro dela o tempo todo. Era a capacidade de usar sua imaginação, de cuidar de Fifi, de enfrentar seus medos e de sempre seguir em frente, mesmo quando as coisas pareciam difíceis. Era ser a melhor versão de si mesma, assim como ela era quando brincava de pirata em sua sala.

Helena sorriu, radiante. Ela havia encontrado o maior tesouro de todos: a Responsabilidade! E a aventura tinha sido muito mais divertida do que ela jamais poderia imaginar. Afinal, ser responsável não significava deixar de brincar, mas sim aprender com cada passo, com cada sorriso, com cada nova aventura.

E assim, com o coração cheio de alegria e a Responsabilidade brilhando dentro de si, Helena guardou o espelho com carinho. Afinal, ela sabia que a qualquer momento poderia reencontrar o tesouro, bastava olhar para dentro de si mesma e deixar a aventura começar!

Conheça nosso app

Crie suas histórias
gratuitas

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Conheça nosso app

Crie suas próprias histórias

Crie suas próprias histórias